As tecnologias ambientais trabalham a favor do ecossistema, buscando soluções criativas e sustentáveis que amenizem o impacto ambiental causado por nós humanos ao mundo como um todo. Hoje já pleiteamos o uso quase cíclico de nossa principal matéria prima: a água.

Com as ETE’s (Estação de Tratamento de Esgoto) é possível tratar a água advinda do esgoto e – em alguns casos, como o da EcoTED – eliminar acima de 95% de suas impurezas. Dessa maneira, todo o esgoto volta para a natureza a modo de que sua decomposição final não contamine o solo ou os lençóis freáticos.

Enquanto a ETE trata do esgoto, a ETA (Estação de Tratamento de Água) trata a água advinda de poços artesianos, rios, dentre outras fontes naturais superficiais ou subterrâneas. Sua purificação varia de acordo com a necessidade e sua finalidade em cada empreendimento.

Por fim, temos a ETAR (Estação de Tratamento de Água de Reúso), que consiste no tratamento final da água advinda de outras estações, como as ETE’s e as ETAC’s (Estação de Tratamento de Águas Cinzas – advindas de banhos e afins). Essas estações são responsáveis pelo tratamento da água para fins específicos, como por exemplo o reúso da água de uma ETE para fins não potáveis e até mesmo processos industriais.

Quer saber mais sobre estações de tratamento e encontrar o modelo ideal para o seu empreendimento? Então clique aqui e consulte nossos especialistas.