Net Zero - O futuro da energia sustentável - EcoCasa | Construção Sustentável: Soluções para Construção Sustentável!

[email protected]

+55 19 3442 8434

Net Zero – O futuro da energia sustentável

Comentários (0) Bio Construção, Energias Renováveis, IPTU Verde

Net Zero – O futuro da energia sustentável

Como diz o título desse artigo,  Net Zero é o futuro da energia sustentável. Mas você sabe este termo significa?

O nome surgiu de outro um pouco maior, Net Zero Carbon, que ao pé da letra quer dizer Rede Zero Carbono, ou seja, empreendimentos imobiliários, de fato, contribuem para a amenização do efeito estufa e para um futuro mais humanamente sustentável.

No entanto, a WGBC (World Green Build Council) definiu alguns outros pontos muito importantes para o meio ambiente, além da emissão de gases nocivos. Foi criado então o termo Net Zero, que hoje é difundido pelo meio da construção sustentável e já começa a ser cotado como lei para futuros empreendimentos em países desenvolvidos.

De acordo com o Conselho Mundial da Construção Verde (WGBC), os empreendimentos Net Zero são também autônomos na produção de energia, fazendo uso de recursos renováveis.

Por isso que há quatro principais pontos chave para um empreendimento Net Zero:

  • Medir e diminuir a emissão de gás carbono.

Os novos empreendimentos devem reduzir a zero sua emissão de gás carbono no meio ambiente. Não dá mais para brincar com os buracos na camada de ozônio e seus malefícios, como o tão conhecido efeito estufa.

  • Reduzir a demanda de energia elétrica.

É preciso priorizar a eficiência o máximo possível, buscando por autonomia energética. As placas fotovoltaicas são excelentes opções nesse caso, oferecendo também um dos melhores paybacks do mercado.

  • Gerenciamento sustentável de recursos.

Trabalhar com cortes e reduções não é o único caminho para atingir objetivos maiores pelo meio ambiente. O gerenciamento sustentável de recursos permite que cuidemos de nosso planeta e ainda economizamos com isso. Um belo exemplo são as cisternas para água de chuva, que podem até mesmo zerar gastos pontuais de água, como o das descargas.

  • Avaliação e monitoramento mais rigorosos.

A definição de metas, tal como a criação de regras e leis são atividades de grande importância para implantar as mudanças que desejamos. No entanto, é imprescindível que todas essas ideias realmente saiam do papel. É por isso que a WGBC visa, com o conceito Net Zero, cobrar maior participação governamental para que a sustentabilidade torne-se uma realidade.

Atualmente, empreendimentos no Mundo todo já podem se tornar autônomos, graças a tecnologias como o PowerWall, da Testa, uma bateria que mantém a rede elétrica do imóvel alimentada quando as placas fotovoltaicas não estão gerando energia. Uma outra grande prova de que os empreendimentos autônomos chegaram pra ficar é a entrada de gigantes como a Mercedes-Benz no mercado das baterias residências, tecnologias que devem chegar ao Brasil nos próximos anos.

Mesmo assim, já é possível praticamente zerar a conta de energia em território nacional, através do sistema On-Grid, que permite que você forneça a energia excedente de suas placas fotovoltaicas para a companhia local de energia durante o dia e utilize este excedente durante os períodos noturnos ou de baixa produção.

Já no campo das águas, ter uma Cisterna, além de representar uma economia de até 70% no consumo de água potável, é um outro investimento que valoriza o imóvel e gera um rápido retorno sobre o investimento em grande maioria dos casos.

Quer ficar por dentro de como usufruir das tecnologias ambientais e se aproximar cada vez mais do conceito Net Zero? Então clique aqui e converse com um de nossos especialistas.

Ligue Agora
Inscreva-se

Cadastre-se e receba as novidades do mundo da Construção Sustentável.

Faça parte de nossa lista especial e receba conteúdo exclusivo diretamente em seu
e-mail.
close-link