Telhado Verde - Bom para o bolso, para a natureza e para o desenvolvimento sustentável - EcoCasa | Construção Sustentável: Soluções para Construção Sustentável!

atendimento@ecocasa.com.br

+55 19 3442 8434

Telhado Verde – Bom para o bolso, para a natureza e para o desenvolvimento sustentável

Comentários (0) Outros

Já imaginou substituir a mesmice das telhas rudimentares que já se tornaram há muito um desagradável aspecto da paisagem urbana? A modernização da arquitetura e do paisagismo nos presenteou com o Telhado Verde, uma alternativa elegante, inteligente e sustentável para os ultrapassados telhados convencionais.

O Telhado Verde é composto por uma camada vegetal sobre uma base impermeável, podendo ser uma laje ou até mesmo um telhado comum. A prática oferece diversas opções, variando de acordo com a possibilidade de cada projeto e disposição para cultivo de seus idealizadores.

Apesar da beleza de se ter um jardim sobre a casa, os benefícios da prática não se resumem à questão estética. O Telhado Verde auxilia no retardamento da drenagem pluvial, também conhecido como coeficiente de runoff, reduzindo impactos negativos de enchentes e saturação das galerias pluviais.

As vantagens não param por aí. O Telhado Verde também traz retornos econômicos, pois garantem um melhor condicionamento do ar, mantendo a temperatura ambiente muito mais amena e agradável do que o telhado convencional.

Uma pesquisa de iniciação científica idealizada por alunos de Engenharia Civil na Universidade de São Paulo (USP) trouxe uma série de dados interessantes a respeito da questão termográfica do Telhado Verde.

Dentre esses dados, há uma comparação entre a temperatura externa do ar e a temperatura interna de cômodos com distintos sistemas de cobertura: Aço, Fibrocimento, Telha de Cerâmica e Telhado Verde.

As amostras foram testadas durante o mesmo período em um mesmo local e sob as mesmas condições. No recorte de tempo onde o calor atingiu seu ápice, entre as 11:30 e 13:30, a temperatura do ar exterior marcava 34ºC e as  temperaturas internas superficiais – nas proximidades dos telhados – para cada sistema foram as seguintes:

Telhado de Aço: 57ºC

Telhado de Cerâmica: 51ºC

Telhado de Fibrocimento: 48ºC

Telhado de Laje Concreto: 40ºC

Telhado Verde: 21ºC

Isso significa que, se pegarmos os 4 primeiros sistemas, que são os mais tradicionais, e tirarmos uma média da temperatura deles, podemos concluir que o Telhado Verde esquenta cerca de 60% a menos que os telhados convencionais.

Outra grande vantagem do Telhado Verde é o quão eficiente sua inércia térmica é, sendo capaz de atingir um notável equilíbrio de temperatura. No período mais frio do dia, entre 3:00 e 5:00 da manhã, os sistemas como o aço, a cerâmica e o fibrocimento chegaram a ficar abaixo de 10ºC, enquanto o Telhado Verde manteve-se acima dos 16.

Os benefícios gerais, para a natureza e, consequentemente, para a sociedade, também existem. Mais plantas em nosso meio urbano tão cinza e desmatado garante menos gás carbono e mais oxigênio. Imagine a diferença de se viver em uma cidade onde há jardins suspensos por todos os cantos? Seria agradável tanto para nossos olhos quanto para nossos pulmões.

Inscreva-se

Cadastre-se e receba as novidades do mundo da Construção Sustentável.

Faça parte de nossa lista especial e receba conteúdo exclusivo diretamente em seu
e-mail.
close-link